Sobre

Cidade


Conheça a história do nosso município.

HISTÓRIA

A região onde se localiza a cidade, em seus primórdios, era habitada pelos Botocudos, Bororós, Nacnanucs e Pochichás. Por volta de 1890, chegaram as famílias de Tiago Domingos dos Santos, Tiago Alves Soares, seus irmãos, e a de Antônio Duarte Sobrinho, ali se fixando. Sete anos depois, a 08 de outubro de 1897, os fundadores de Itambacuri, capuchinhos Frei Serafim de Gorízia e Frei Ângelo de Sassoferrato, chegaram para a colonização dos índios, logo construindo uma pequena capela dedicada ao Senhor Bom Jesus. Iniciava-se a formação do povoado que recebeu o nome de Igreja Nova.

Sendo a região propícia à agricultura, logo foi aberta a estrada de tropa entre Itambacuri e Igreja Nova. A seguir, a estrada de rodagem entre Itambacuri e Governador Valadares, propiciando o desbravamento da região, apesar do temível impaludismo que dizimava os colonos. Mais tarde, foi construída a rodovia federal “Rio-Bahia”, tendo o DNER construído uma sede de acampamento no povoado, o que possibilitou um rápido avanço. A agropecuária dirigiu a evolução municipal.

O nome Igreja Nova foi dado por ter sido construída uma Igreja nova em relação à de Nossa Senhora dos Anjos, existente em Itambacuri. Adotou-se, depois, o topônimo Campanário, lembrando a primeira Igreja, construída para a colonização dos índios.

Gentílico: campanarense

Distrito criado com denominação de Igreja Nova ex-povoado, pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, subordinado ao município de Itambacuri. Instalado em 18 de maio de 1924.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Igreja Nova, figura no município de Itambacuri.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto estadual nº 148, de 17-12-1938, o distrito de Igreja Nova, perdeu parte do território para os novos distritos de São Fidélis e São Pedro, do mesmo município; parte para o novo distrito de Eme, do município de Resplendor; e parte para os novos distritos de Aldeia, Bom Jesus do Mantena, Penha Norte e São Tomé do novo município de Conselheiro Pena.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Igreja Nova, figura no município de Itambacuri.

Pelo decreto-lei estadual nº 1058, de 31-12-1943, o distrito de Igreja Nova passou a denominar-se Campanário.

 

 

HISTÓRICO DO MUNICIPIO DE CAMPANÁRIO


Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte

 

I-ASPECTOS HISTÓRICOS

 

Em fevereiro de 1886, foi fundado o pequeno arraial com o nome de Igreja Nova, pelos frades Capuchinhos, Frei Ângelo de Sassoferrato, e Frei Serafim de Gorízia.

O primitivo arraial do qual originou Campanário, e pertencia ao distrito de Itambacuri, município de Teófilo Otoni.

Os primeiros habitantes desta região foram os índios, sendo a principal tribo a dos pojichás.

A origem do nome Igreja Nova foi porque os dois sacerdotes construíram um salão para servir de Capela, e sendo mais novo que a Capela de Itambacuri, deu-se ao mesmo o nome de Igreja Nova. A primeira missa no novo arraial foi celebrada em abril do mesmo ano por Ângelo de Sassoferrato.

Em sete de setembro de 1923, através da Lei nº 843, foi criado o município de Itambacuri, tendo este mesmo ano elevado Igreja Nova à categoria de distrito do novo Município de Itambacuri, que manteve esta denominação até 31/12/1943, quando, pelo Decreto Lei nº 058 passou a chamar-se Campanário, a origem deste novo nome provém do fato da igreja que fica no alto de um morro, ter ganhado um sino instalado no alto da torre, que se denomina Campanário.

Na categoria de distrito permaneceu até 31/12/1962, quando o Município de Campanário foi então criado pela Lei Estadual nº 2.764, sendo governador do Estado de Minas Gerais o Dr. José de Magalhães Pinto, que tinha na coordenação política o oficial de gabinete o Dr. Jason Duarte, filho desta terra e que muito trabalhou pela emancipação do Município.

Neste contexto é importante ressaltar também a participação do Senhor Sebastião de Oliveira e Souza, “Sebastião Farmacêutico”, expoente máximo da historiografia da cidade de Campanário.

Homem público, vereador no município de Itambacuri. Como líder local do partido Social Democrático, mostrou-se de grande prestígio, tornando-se vereador, e nesta qualidade, Presidente da Câmara Municipal de Itambacuri de 1951 a 1954. Em 1926 fixou-se as suas raizes no povoado Igreja Nova, hoje conhecido como Campanário, tornando-se o segundo prefeito do município após sua emancipação política. Foi  neste momento que com o apoio do deputado Castro Pires trabalharam juntos em beneficio desta emancipação. Como reconhecimento o município conta hoje com um bairro que tem o nome Castro Pires em homenagem ao mesmo.

Como prefeito, Sebastião Farmacêutico realizou a grande aspiração do povo, dotando a cidade com serviço de distribuição de água tratada, e calçamento de várias ruas.

Casado com Dona Angelina Domingos de Oliveira, senhora dotada de boa cultura intelectual. Dia 1º de novembro de 1983, após gerar numerosa prole e prestar relevantes serviços de interesse comunitário, deixou o mundo dos homens para passar à história, Sebastião Farmacêutico, como era chamado, cuja vida o colocava entre os heróis da cidade.

Tendo sido Emancipado, até haver eleições, Campanário teve como Intendente o Sr. Manoel Silveira Costa, que governou o município de 01/03 a 31/08/1963, data que tomou posse a 1ª Câmara de Vereadores, ficando assim instalado o Municpio de Campanário, que passa a ter como Distritos Jampruca, e são Sebastião do Barroso. Em 1992 através de novas eleições municipais, acontece o desmembramento de Jampruca e São Sebastião do Barroso do município de Campanário, a partir de então o município deixa de possuir distritos, ficando apenas com a sede.

A primeira Câmara eleita, por razões óbvias, só deu posse ao Sr. José da Costa Silva, primeiro Prefeito eleito do Municipio, em 01/09/1963.

Consideram-se tradicionais em Campanário as famílias DUARTE que tinha como chefe o senhor Antonio Duarte Sobrinho; DOMINGOS FLORÊNCIO que tinha como chefe o senhor Tiago Alves Soares; OLIVEIRA que tinha como chefe o senhor Sebastião de Oliveira e Souza.

 

 II- ASPECTOS GEOGRÁFICOS E FÍSICOS

 

Campanário sede do município, localizado no vale do Mucuri, no nordeste do estado, faz limites com os municípios de Itambacuri, Pescador, Frei Gaspar e Jampruca.

Coordenadas Geográficas:  Possui 260 metros de altitude estimada, definida pelas coordenadas geográficas: 18º 14’ 24” latidude sul e 41º 43’ 53” longitude oeste.

População: Conta com uma população estimada de 3.739 habitantes, de acordo com o Censo do IBGE/2014.

O Município está situado às margens da BR 116, entre Itambacuri, e Frei Inocêncio.

Seu território é cortado pelo rio Itambacuri, e os demais que se encontram com ele, que são Córrego da Pimenteira, Córrego do Pezinho, Córrego Laranjeira, Córrego Água Preta, Córrego Seco, que deságuam no rio Suaçui.

Relevo: O relevo é pouco recortado. Destaca-se apenas a Pedra do Moleque, localizada na Fazenda Guanabara.

Vegetação: A vegetação é constituída por campos, pastagens, arvores de pequeno porte.

O serviço de abastecimento de água-tratada e feito pela COPASA a água  vem da nascente do Córrego Pimenteira, coletada na Cachoeira do referido córrego, que fica na fazenda do Sr. Serafim Tudeia, neste município.

Limpeza Urbana/ Lixo- A limpeza urbana é feita diariamente pela prefeitura municipal.

 

III- ASPECTOS ECONÔMICOS E SOCIAIS

 

O solo é fértil, bom para pastagens e plantações. Cultiva-se milho, feijão, mandioca, laranja, e hortaliças. O principal recurso do município é o rebanho bovino leiteiro, mas existe criação de outros animais, como suínos, equinos, e aves. A maior parte da produção agrícola é predominante familiar voltada para o consumo próprio.

  HOSPEDAGEM:

  • Hotel Bicho Grosso – BR- 116, km – 340
  • Pousada Bastos – Largo da Independência
  • Pousada Campanário – Largo da Independência
  • Pousada Brejão – Avenida Geraldo Maria
  • Pousada ABC – Avenida Geraldo Maria

 BARES E RESTAURANTE

  • Restaurante Bicho Grosso – BR – 116, km 340
  • Bar e Restaurante Sabor Mineiro – Avenida Geraldo Maria
  • Restaurante da Tiazinha
  • Restaurante da Elane de Bela
  • Kananga’s Bar – Rua Antônio Barbosa
  • Pedágios Bar – Rua Antônio Barbosa
  • Didi’s Bar e Didi’s Burguer - Rua Antônio Barbosa, e Rua Itambacuri
  • Neves Burgues – Rua Antônio Barbosa
  • Bar do Evaldo
  • Tele-cerveja do Tuxico – Rua Hildebrando Cabral
  • Padaria e Lanchonete Quero Mais – Praça Getúlio Vargas
  • Padaria Três Irmãos – Largo da Independência

PONTOS TURÍSTICOS

  • Pedra do Moleque – Fazenda Guanabara, e Fazenda Maravilha– de Referências que datam do período do aldeamento indígena de Itambacuri. A Pedra do Moleque é uma atração turística da região, onde o capricho da natureza criou um dos mais belos entalhes natural em pedra conhecida na região.
  • Igreja do Senhor Bom Jesus – Destaca-se por estar localizada no alto de um morro, com bela Praça à sua frente. É palco de grandes celebrações em especial na famosa festa do Padroeiro Senhor Bom Jesus de Campanário, que acontece em setembro, todos os anos, com diversas atrações que atraem visitantes de várias partes da nossa região.

NOSSO MUNICÍPIO TEM: ( Repartições Públicas e outros)

  • Prefeitura Municipal
  • Câmara Municipal
  • Conselho Municipal de Educação
  • Conselho Municipal de Assistência Social
  • Conselho Municipal da Criança e do Adolescente
  • Conselho Municipal de Esportes
  • Conselho Municipal de Turismo
  • Conselho Municpal do Patrimônio cultural
  • Conselho Municipal de desenvolvimento Rural
  • Conselho Municipal de Alimentação Escolar
  • Conselho Municipal de Saúde
  • Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável
  • Escola Estadual Antônio Duarte Sobrinho ( 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, 1º ao 3º ano Ensino Médio, e EJA)
  • Escola Municipal Hildebrando Cabral ( 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental)
  • Escola Municipal Ana Barbosa ( 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e EJA)
  • CEI - Centro Educacional Infantil – Angelina Domingos de Oliveira ( Atendimento de 0 a 5 anos )
  • Posto de Correios
  • Casa Lotérica- Sorte Grande
  • Banco Itaú
  • EMATER-MG ( Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais)
  • Policlínica Municipal
  • PSF – ( Programa saúde da Família) 3 unidades
  • NASF- Núcleo de Apoio a Saúde da Família.
  • FUNASA – ( Fundação Nacional de Saúde)
  • Destacamento de Polícia Militar
  • Cartório de Registro Civil
  • Sindicato dos Trabalhadores Rurais
  • IMA – ( Instituto Mineiro de Agropecuária)
  • SIAT ( serviço Integrado de Assistência Tributária e Fiscal)
  • Uma Quadra Poliesportiva coberta, e uma quadra Poliesportiva sem cobertura
  • Igreja Matriz Senhor Bom Jesus de Campanário
  • Capela São Vicente de Paulo
  • Igreja Cristã Maranata
  • Igreja Evangélica Assembléia de Deus
  • Igreja Universal do reino de Deus
  • Salão do Reino das Testemunhas de Jeová
  • Igreja Pentecostal Deus é Amor
  • Igreja Batista Cristã Renovada
  • Igreja Congregação Cristã do Brasil
  • Igreja Penil Bet Shalon
  • Conselho Tutelar Municipal
  • Estádio de Futebol Orlando Duarte
  • Praças de Lazer
  • Sociedade São Vicente de Paulo
  • COPASA
  • Padarias, comércios, mercearias, lojas, pousadas, lanchonetes, serralherias, sacolões, açougues, farmácias, supermercados, posto de combustível, bares, armarinhos, trailles, entre outros.
  • VIVO
  • Destilaria de Cachaça
  • CRAS ( Centro de referência da Assistência Social)
  • Igreja Advntista do 7º dia
  • ASAIDIFICA ( Associação de apoio aos idosos e Incapacitados Físicos do Município de Campanário)
  • Casa Paroquial
  • Programa Bolsa Família
  • Internet Banda Larga

SECRETARIAS MUNICIPAIS:

  • Secretaria Municipal de administração e Finanças
  • Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte
  • Secretaria de Lazer e Turismo
  • Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação
  • Secretaria Municipal de Saúde
  • Secretaria Municipal de Indústria, Comercio e Agropecuária
  • Secretaria de Viação e Obras Públicas.

CURIOSIDADES:

A Rodovia BR-116- Chegou em Campanário no ano de 1940, em 29/05/1963, ela foi inaugurada com uma grande festa, chamada a festa dos engenheiros, que aconteceu nas cidades de Governador Valadares, e Caratinga. Esta Rodovia ligou o Rio de Janeiro à Bahia, dá a origem do nome Rio Bahia.

As casas do DNER foram construídas no ano de 1953, feitas em espécie de mutirão, cada funcionário, recebeu uma casa para morar com sua família, ainda hoje estas casas são habitadas por familiares dos ex-funcionários do DNER, ou por descendentes, algumas delas se encontram sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal, onde funcionam algumas repartições públicas.

OS SÍMBOLOS DO MUNICÍPIO

Criado através da Lei nº 216/74 de 19/03/1974, pelo Prefeito municipal José Paulino de Sá.

São símbolos do Municipio de Campanário:

  • O Brasão Municipal,
  • A Bandeira Municipal,
  • O Hino Municipal.

A BANDEIRA MUNCIPAL

A Bandeira Municipal de Campanário de autoria do Heraldista Professor Arcioné Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heraldica Municipalista.

De conformidade coma tradição da heráldica portuguesa, as quais herdamos os cânones e regras a Bandeira municipal de campanário, obedece à essa regra geral, sendo esquartelada em cruz, lembrando nesse simbolismo o espírito cristão de seu povo.

O Brasão, aplicado na Bandeira representa o Governo Municipal e o losango amarelo onde é contido representa a própria cidade- sede do Municipio- a cor amarela é símbolo de glória, esplendor, grandeza, riqueza e soberania.

As faixas amarelas carregadas de sobre- faixas vermelhas que esquartelam a Bandeira, representam a irradiação do poder Municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território, a cor vermellha é símbolo de dedicação, amor-pátrio , audácia, intrepidez, coragem e valentia. Os quartéis verdes, assim constituídos, representam as propriedades Rurais existentes no território municipal, a cor verde simboliza a honra, civilidade, cortesia, alegria, abundancia, é a cor simbólica da “Esperança”, e a esperança é verde, porque lembra os campos verdejantes na primavera, fazendo “esperar” copisoa colheita.

De conformidade com as regras herolicas a Bandeira Municipal terá as dimensões oficiais adotadas para a bandeira nacional, levando-se em consideração 14(Quatorze) módulos de altura da talha por 20(Vinte) módulos de comprimento do retângulo.

 

O HINO MUNICIPAL (ADOTIVO)

HINO DE CAMPANÁRIO

A pomba branca representa a liberdade

E voa os quatro cantos da nossa linda cidade

Terra humilde de gente hospitaleira

Da vontade de gritar

Eu te amo campanário

Eu te amo, eu te amo, eu te amo

Eu te amo Campanário.  (bis)

Terra sagrada do meu Senhor Bom Jesus

Tem a praça iluminada, lá no alto da Matriz

Povo contente e de muita união

Dá vontade de gritar: 

Eu te amo Campanário

Igreja nova, fundada por capuchinhos,

Rios, vales, cachoeiras, céu azul, belezas mil.

És a estrela que ilumina esse cenário

Dá vontade de gritar:

Eu te amo Campanário

Tanta beleza em lugar ninguém já viu

Tem a pedra do moleque

A mais linda do Brasil.

É vista ao longe, de beleza incomparável;

Da vontade de gritar

 eu te amo Campanário 

Letra: Maria Aparecida Ferreira Gomes    Música: Grupo 3º Milênio

O BRASÃO MUNICIPAL

O Brasão municipal de Armas de Campanário é de autoria da heraldista Professor Arcioné Antonio Peixoto de faria, da Enciclopédia Heraldica Municipalista.

O Brasão tem a seguinte interpretação simbólica:

  1. O Escudo Samnítico, usado para representar o Brasão de Armas de Campanário, foi o primeiro estilo a ser introduzido em Portugal por influencia francesa herdado pela heráldica brasileira como evocativo a raça colonizadora e principal formadora da nossa nacionalidade.

  2. A coroa mural que o sobrepõe é o símbolo universal dos brasões de domínio que, sendo de argente (prata), as seis torres, dos quais apenas quatro são visíveis em perpectivo desenho, classificada a cidade representada na Terceira Grandeza, ou seja, sede do Municipio.

  3. A cor bláu (Azul) do campo do escudo é símbolo de justiça, nobreza, perseverança, zelo, lealdade, recreação, e formosura.

  4. Os tres sinos de jalde(ouro) com badalos de sable(preto) bimbalhantes de um Campanário, vem a se contruir no parlantismo do escudo, posto que deles advem o topônimo que a ciade ostenta: Campanário.

  5. O metal jalde(ouro) é sombolo de gloria, esplendor, grandeza, soberania e a cor sablé (preto) de austeridade, prudência, soberania, moderação, firmeza de Caráter.

  6. Ao termo(parte inferior do escudo) a cachoeira de argente(prata), ondada de bláu (azul) que se despenca sobre um terrado de sinopla(verde), lembra no brasão de um modo geral, as belíssimas cacheiras de que o Municipio é dotado, destacando-se a cachoeira do Córrego Seco, da Macaquinha, da Pimenteira, de são João e do pezinho com suas três quedas, e que é o ponto de atração turística da cidade.

  7. O metal argente (prata) é símbolo de paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza, religiosidade, e a cor sinopla(verde) simboliza a honra, cibilidade, cortesia, alegria, abundancia, é a cor simbólica da “esperança”, e a esperança é verde, porque lembra os campos verdejantes na primavera, fazendo ”esperar” copiosa colheita.

  8. Nos ornamentos exteriores, o arroz e o milho representados apontam os principais produtos oriundos da terra dadivosa e fértil, e firmada em ponta, a buzina de caça, estilo boiadeirop, de jalde(ouro) representa a pecuária, atividade econômica de grande importância na vida municipal.

  9. No listel de goles (vermelho) com simbólica da dedicação, amor-proprio, audácia, intrepidez, coragem, valentia, inscreve-se em letra argentinas(prateadas) o topônimo identificador “Campanário”, ladeado pela data de sua emancipação política “31 de agosto de 1963”.

 OBS: Texto reproduzido de acordo com registro no Livro de Leis paginas 63 à 67, da Prefeitura Municipal, onde consta a Lei de Criação dos símbolos municipais de Campanário, lei nº 216/74 de 19/03/1974, pelo então Prefeito Municipal José Paulino de Sá.

 

V- ASPECTOS POLÍTICOS:

Prefeito Atual

Fausto Duarte: Administração: 2021/2024

Câmara de Vereadores:  2021/2024

_ Adriano de Sousa de Santos

_ Antônio Carlos do Lino Mares

_ Benair dos Santos Oliveira

_ Edivaldo Fernandes de Amorim

_ Estéfani Fernandes da Silva

_ Fábio Rodrigues Lima

_ Nelson Rodrigues Ferreira

_ Raimundo Sousa Dias Soares

_ Walisson Maciel dos Santos

PREFEITOS: 

1º - Prefeito: José da Costa e Silva – 01/09/1963 a 30/01/1967

      Vice: Vicente Jorge Filho

2º - Prefeito: Sebastião de Oliveira e Souza – 31 /01/1967 a 30/01/1972

      Vice: Peri Costa

3º - Prefeito: Joel Ferreira Franco – 31 /01/1972 a 30/12/1974

      Vice: Diolino Alves Pereira

4º - Prefeito: *José Paulino de Sá – 31/01/1974 a 29/04/1975

      Vice: Onofre Andrade

5º - Prefeito: Onofre Andrade (Ocupou o cargo por ocasião do impedimento do prefeito José Paulino de Sá) – 30/04/1975 a 30/01/1977

6º - Prefeito: João Mendonça Bastos – 31/01/1977 a 30/12/1983

      Vice: Reinaldo Rodrigues Ganga

7º - Prefeito: Mizael Cabral de Lira – 31/01/1983 a 30/12/1988

      Vice: Nilton Elias Pereira

8º - Prefeito: Sebastião de Oliveira e Souza Júnior – 01/01/1989 a 16/04/1990 – 01/01/1992 á 31/12/1992.

       Vice: Gerson Duarte

9º - Prefeito: Gerson Duarte –17/04/1990 a 31/12/1991

 Como vice-prefeito em exercício 

10º - Prefeito: Gerson Duarte – 01/01/1993 a 31/12/1996

        Vice: Arlindo Fernandes Amorim

11º - Prefeito: Cloves Rodrigues – 01/01/1997 a 31/12/2000

        Vice: Geraldo Alves Soares

12º - Prefeito: Gerson Duarte – 01/01/2001 a 31/12/2004

        Vice: Marcondes de Oliveira e Souza

13º - Prefeito: Gerson Duarte- 01/01/05 a 11/05/2005     

        Vice: Cirilo José da Silveira Costa

        Marcondes de Oliveira e Souza-19/05/2005 a 31/12/2008

        Vice: Mercês Vieira da Silva Ribeiro

14º - Prefeito: Cirilo José da Silveira Costa – 01/01/2009 a 31/12/2012

        Vice: Luiz Antonio de Souza Campos

15º - Prefeito: Cirilo José da Silveira Costa –01/01/2013 a 31/12/2016

         Vice: Luiz Antonio de Souza Campos

16º - Prefeito: Marcondes de Oliveira e Sousa –01/01/2017 a 31/12/2020         

        Vice: Edivaldo Fesrnandes Amorim

17º Prefeito: Luiz Antônio Campos – 01/01/2021 a 19/03/2021 

      Vice: Fausto Duarte

18º Prefeito: Fausto Duarte – 21/03/2021 a 31/12/2024

OBS: O Prefeito José Paulino de Sá, cassado pela Câmara Municipal de Campanário em 29/04/75, assumindo o Vice Prefeito Onofre Andrade-30/04/75 à 30/01/77.

O Prefeito Gerson Duarte e seu Vice-Cirilo José da Silveira Costa-cassados pela Justiça eleitoral em 11/05/15, tomando posse o segundo colocado, Marcondes de Oliveira e Sousa e sua Vice-Mercês Vieira da Silva Ribeiro, em 19/05/2005.

No mesmo processo, foram cassados os vereadores: Geraldo Inácio Mesquita e Mauro Antônio da Silva, assumindo os seus suplentes: Edvaldo Fernandes de Amorim e Serafim Alves Pereira.

Obs. O Prefeito Fausto Duarte assumiu o município após falecimento do saudoso Luiz Antônio, ocorrido em 20/03/2021, vítima de complicações da COVID-19.

CÂMARA DE VEREADORES

1ª Câmara de Vereadores(31/08/1963)

_Antônio Rodrigues da Paixão

_Osmar Raimundo Souza

_Deraldo Duarte 

_Pedro Alves Soares

_Hildebrando Cabral (Substituiu Sr. Jamir Salomão por  71 dias-licença)

_José Lopes da Silva

_Jamir Salomão

_Gerson Moreira Franco

_Joel Ferreira Franco

_Luiz Martins de Freitas

_Eustáquio Alves Pereira

_Nicanor Bento de Oliveira

2ª Câmara de Vereadores(31/01/1967)

_Hildebrando Cabral

_Jamir Salomão

_Serafim Pereira dos Santos

_José Lima

_Gerson Moreira Pinto

_Antônio Machado de Oliveira

_Ary Martins de Assis

_Osmar Raimundo Souza

_Neemias Rodrigues Almeida

_Anastácio Pereira Marques

3ª Câmara de Vereadores(31/01/1971)

_Ary Martins de Assis

_Serafim Pereira dos Santos

_Onofre Andrade

_João Pereira Duarte

_Anastácio Pereira Marques

_Gercílio Alves de Oliveira

_José Arcângelo de Oliveira

_Cleber Simon

_Ataupho Batista

4ª Câmara de Vereadores(31/01/1973)

_Lauro José Rodrigues da Paixão

_Jorge Pereira Duarte

_Jarbas Ferreira Primo

_Belques José da Costa

_Ademar Gomes de Oliveira

_Omar Abreu Beltrane

_Salvador Coelho Cardoso

_José Luiz Pereira

_Duílio de Oliveira e Souza

_Joaquim Alves Martins (Substituto de José Luiz Preira em 15/03/1974)

_Joel Alves dos Santos (Substituto de Joaquim Alves Martins em 15/11/1974)

5ª Câmara de Vereadores(31/01/1977)

_Cleber Simon

_Jarbas Mendes Marques

_Carmo Ângelo Cabral

_Nagib Salomão

_José Rocha Silveira

_Joel Alves dos Santos

_Belques José da Costa

_Pedro Gomes Ferreira

_Alberto Batista Aguiar

6ª Câmara de Vereadores(31/01/1983)

_Ely Martins Carvalho

_Antônio Serafim da Silva

_Sebastião de Souza Santos

_Jarbas Mendes Marques

_Austino Pereira Batista

_Pedro Henrique Pereira da Costa

_Sebastião Lopes dos Santos

_José Gernuino de Assis

_João Pinto Brandão

_Adelson Alves Pereira(Substituto de Rly Martins Carvalho em 10/08/1983).

7ª Câmara de Vereadores (01/01/1989)

_Antonio Augusto Ferreira

_Geraldo Carlos Martins

_Maria Aparecida Soares

_Maria das Dores Duarte

_Célio Ferreira dos Santos

_Geraldo Alves Soares

_Pedro Henrique Pereira da Costa

_José de Passos Alves da Silva

_Daniel Borges Pereira

_Jorge Procópio do Monte

_Waschington Nunes Lima

8ª Câmara de Vereadores (01/01/1993)

_Jesus Gomes Colen

_José Raimundo de Jesus

_Maria Aparecida Soares

_Washington Luiz Nunes Coelho

_Nelson Rodrigues Ferreira

_Anderson Domingos(* falecido em 15/05/1994-substituto Manoel _Genuino de Oliveira em 26/05/1994)

_Daniel Rodrigues Gonçalves

_José Fernandes Amorim

_Pedro Henrique Pereira da Costa

_Sebastião Lopes dos Santos

_Roberval Pereira de Melo

9ª Câmara de Vereadores (01/01/1997)

_Timoschenko de Oliveira e Souza (licença em maio-substituto José _Raimundo de Jesus em 02/06/1998)

_Mauro Antonio da Silva

_José Dário

_João Raniere Lopes Santos

_Roberval Pereira de Melo (Licença em junho-substituto Pedro Henrique  _Pereira da Costa em 02/06/1998)

_Reinaldo Rodrigues Ganga Filho (licença em junho-substituto Francisco _de Assis Domingos dos Santos em 06/04/1998)

_Nelson Rodrigues Ferreira

_Betânia Alves Soares

_Jesus Gomes Colen

_Gilson Sá Telles

_José Fernandes Amorim

10ª Câmara de Vereadores (01/01/2001)

_Mozart de Oliveira e Souza

_Adão Ribeiro da Costa Costa

_Pedro Henrique Pereira da Costa

_Adão Nunes de Oliveira

_Gilson Sá Telles – Renunciou em abril de 2002 e a suplente Betânia Alves _Soares assumiu o mandato na mesma data da renúncia.

_Edvaldo Fernandes Amorim

_Geraldo Isaltino Lemos

_Maria das Graças Mendes Ribeiro

_Mauro Antonio da Silva

_Nelson Rodrigues Ferreira

Rogério Lopes dos Santos

11ª Câmara de Vereadores (01/01/2005)

_Crisogono Duarte Sobrinho

_Paulo Márcio Domingos dos Santos

_Adão Ribeiro da Costa

_Mauro Antonio da Silva(Cassado em 11/05/05, sendo substiuido por _Edvaldo Fernandes Amorim em 27/05/2005).

_Adão Nunes de Oliveira

_Nelson Rodrigues Ferreira

_Adelson Lopes dos santos

_Pedro Henrique Pereira da Costa

12ª Câmara de Vereadores (01/01/2009)

_Pedro Henrique Pereira da Costa

_Adão Nunes de Oliveira

_Adão Ribeiro da Costa

_Ilza Alves da Silva

_Hildebrando Cabral Filho

_Lizavaini Silveira

_José Reginaldo Gonzaga

_Idelci José da Costa

_Mauro Antonio da Silva

13ª Câmara de Vereadores (01/01/2013)

_José Reginaldo Gonzaga

_Hildebrando Cabral Filho

_José Paulo Alves da Silva

_Paulo Marcio Domingos dos Santos

_Gilberto Jacinto da Silva

_Adão Ribeiro Costa

_Adriano Sousa Santos

_Edvaldo Gomes Siqueira

_Diogo Duarte Vitória

14ª Câmara de Vereadores ( 01/01/2017)

_José Reginaldo Gonzaga

_José Paulo Alves da Silva

_Paulo Marcio Domingos dos Santos* ( falecido em 2017 assumino o suplente Walison Maciel dos Santos)

_Adão Ribeiro Costa

_Adriano Sousa Santos

_Edvaldo Gomes Siqueira

_Lucimar Fernandes Pessoa

_Fábio Rodrigues Lima

15ª Câmara  de Vereadores (01/01/2021)

_ Adriano de Sousa de Santos

_ Antônio Carlos do Lino Mares

_ Benair dos Santos Oliveira

_ Edivaldo Fernandes de Amorim

_ Estéfani Fernandes da Silva

_ Fábio Rodrigues Lima

_ Nelson Rodrigues Ferreira

_ Raimundo Sousa Dias Soares

_ Walisson Maciel dos Santos

NOTAS:

#Pela Lei nº 245/86 criado o feriado Municipal (dia 26 de setembro) dia do Padreiro, em comemoração da chegada da Imagem do Senhor Bom Jesus de Campanário.

O Aniversário da cidade é comemorado no dia 31 de agosto (Feriado municipal), data da instalação da 1ª Cãmara de Veradores do Município.

OBS: Este Histórico foi atualizado em 03/09/2021.

 Clique aqui para baixar o Histórico completo do Município de Campanário em PDF.

Clique aqui para acessar a Lei 216/74 que "Dispõe sobre a forma e apresentação dos símbolos do Município de Campanário e dá outras providências."

 

BRASÃO

BANDEIRA

 

 

 

CARTÕES POSTAIS

Pedra do Moleque

 

Santuário do Senhor Bom Jesus de Campanário

 

HINO DE CAMPANÁRIO

A pomba branca representa a liberdade

E voa os quatro cantos da nossa linda cidade

Terra humilde de gente hospitaleira

Da vontade de gritar

Eu te amo campanário

 

Eu te amo, eu te amo, eu te amo

Eu te amo Campanário. (bis)

 

Terra sagrada do meu Senhor Bom Jesus

Tem a praça iluminada, lá no alto da Matriz

Povo contente e de muita união

Dá vontade de gritar:

Eu te amo Campanário

 

Igreja nova, fundada por capuchinhos,

Rios, vales, cachoeiras, céu azul, belezas mil.

És a estrela que ilumina esse cenário

Dá vontade de gritar:

Eu te amo Campanário

 

Tanta beleza em lugar ninguém já viu

Tem a pedra do moleque

A mais linda do Brasil.

É vista ao longe, de beleza incomparável;

Da vontade de gritar

eu te amo Campanário